Relatos (músicos da turnê)

 

Revista Rock Brigade, n° 129 - Abril de 97

Rock Brigade - O Venom continua com uma incrível legião de fãs sul-americanos, especialmente brasileiros.
Abaddon - Sim, eu sei disso. O problema maior é encontrar a empresa certa para organizar os shows aí no Brasil. Não queremos fazer poucos shows no país, queremos uma verdadeira tour brasileira.


Rock Brigade - O Venom já fez uma tour pelo Brasil, há dez anos. Você lembra dessa viagem?
Abaddon - Claro que sim. Foi a viagem mais louca que já fiz na vida! (risos)


Rock Brigade - Louca em que sentido?
Abaddon - Os fãs sul-americanos são uns dos mais calorosos do mundo. A gente só encontra fãs tão apaixonados assim na Itália, Espanha e outros poucos países de origem latina. Quando fomos ao Brasil, não tínhamos a menor idéia do que esperava por nós. Pois encontramos um público apaixonado e barulhento, extremamente barulhento, nos shows.

 

Link (extinto) Questions & Answer, do site oficial do Venom
(www.venomslegions.com) - 1999

Pergunta do brasileiro Alexandro MaceirasVocê sabe se o Venom voltará ao Brasil em 99, ou em outro ano? Venom é considerado uma grande banda por aqui!
Cronos - Obrigado Alexandro, seria ótimo visitar o Brasil novamente, está sendo falado em um festival de muitas bandas, em 3 dias, que acontecerá no Brasil em 2000, seria um evento ideal para o Venom retornar. A idéia do festival deve ser grande, algumas das bandas que eu ouvi que iriam tocar foram Pantera, COC, Napalm Death, Judas Priest, Black Sabbath e Motorhead, embora nada tenha sido confirmado por enquanto. Nós realmente adoramos o entusiasmo das "Brazilian Legions", eles nos fizeram orgulhosos, nós tivemos algumas tardes de autógrafos doidas, onde centenas de fãs encheram as ruas e pararam o trânsito. A polícia estava furiosa, mas rapidamente eles entenderam que as legiões não queriam causar problemas, apenas queriam encontrar o Venom. As bandas brasileiras com que nós trabalhamos foram completamente Hardcore, e algumas delas provaram ser muito bem-sucedidas, como o Sepultura. TO HELL AND BACK!

 

Revista búlgara XAOC - Maio de 2000
(fonte: www.venomslegions.com)


Xaoc - Você pode lembrar o mais desagradável episódio na história do Venom?
Cronos - Brasil! Venom esteve no Brasil em 86, quando fomos informados que tínhamos um número gigante de seguidores sul-americanos, e, embora fosse verdade, e nós tivéssemos tocado para platéias gigantescas, a corrupção nesse país tornou difícil o Rock and Roll. Cada dia mais e mais equipamento nosso ia desaparecendo, até que depois de apenas 4 shows nós tivemos de desistir da tour e voltar para casa, pois não havia mais equipamento suficiente para desenvolver o show. A maior parte do kit de bateria foi embora, os amplificadores desapareceram, bem como nosso enorme pano de fundo com um demônio, aquele mesmo que aparece no vídeo "Alive in 85".

 

Site Rock On-line - Outubro de 2000

Rock On-line - O que você se lembra dos shows que fizeram no Brasil, em 1986?
Cronos - Muito louco, realmente pirado. A "legião" compareceu em peso e barulhenta, nós tivemos uma ótima passagem pelo país, as garotas são muito simpáticas e os shows foram demais. Seu país é extremamente bonito e importante. Nós também nos divertimos muito, vimos besouros que pensávamos que só existiam em filmes de terror, no inferno. Foi muito engraçado ver um cara grande, "metal", correndo feito uma criança, num ataque de um besouro, hahaha...


Rock On-line - Vocês tem planos de tocar no Brasil novamente?
Cronos - Estamos em contato com vários promotores, conversando sobre a possibilidade de fazer uma turnê sul-americana. Não fechamos nenhuma data, mas fiquem de olho no site pois teremos notícias.


Rock On-line - Gostaria de dizer algo aos fãs brasileiros?
Cronos - Continuem loucos, todos os fãs brasileiros!

 

Site Rock Connection - Outubro de 2000

Rock Connection - Vocês pensaram em fazer uma turnê pela América do Sul, principalmente pelo Brasil, para divulgar "Resurrection" ?
Cronos - Nós já estivemos aí em 1986, nós temos falado com diversos promotores sobre um retorno do Venom ao Brasil, uma turnê por todo o continente sul-americano, do México até o Brasil. E isto seria grande, fazer uma turnê por um bonito país como o de vocês, de novo. Vamos ver como as coisas andam, não existe nada confirmado ainda, mas mantenham-se ligados em nosso website, para as atualizações.


Rock Connection - Deixe uma mensagem para seus fãs brasileiros...
Cronos - Legiões brasileiras de Ferro & Aço, nós retornaremos.

 

Revista Valhalla - Outubro de 2000

Valhalla - O Venom tocou aqui no Brasil, em 86, com o Exciter. O que você se lembra daqueles shows? Nós soubemos que vocês tiveram problemas de saúde, o que realmente aconteceu?
Cronos - Problemas de saúde? Mais que isso, parte de nossa aparelhagem desapareceu, o que nos custou muito dinheiro, mas isso é outra história. Eu me lembro que um dos nossos roadies teve problemas de saúde, e quando voltamos para Inglaterra, o médico diagnosticou DST.

 

Revista Roadie Crew, 25 - Dezembro de 2000

Roadie Crew - Vários problemas com produtores e promotores tumultuaram a turnê brasileira do Venom. Naquela época, o Brasil não era rota obrigatória para as turnês das bandas de Metal, mas o Venom e o Exciter ajudaram a colocar nosso país "no mapa". O que você lembra que aconteceu de melhor nesta passagem?
Cronos - O entusiasmo do público foi brilhante! Além de uma grande platéia, pudemos sentir que tínhamos uma legião de fãs no Brasil, mas, você está certo, existiram pequenos problemas que tivemos que passar por cima, pois tínhamos que fazer a turnê de qualquer jeito. O nosso objetivo era muito maior do que as dificuldades que tivemos que passar. Queríamos ver se nossa música poderia atingir o Brasil, e vocês responderam que sim!

 

E-mail enviado pelo guitarrista Mike Hickey, em Julho de 2001

Mike - I met many fans and everyone was great. Also some very great women !!! It was a beautiful country. It was very hot !!! Cronos got stung by a jellyfish in Rio. We ate lots of steak. It was a lot of fun. I dont know if Venom will go. My solo band doesn´t play much as we have other jobs. But I would be happy to visit Brazil.

 

Tradução livre:
    Encontrei vários fãs, e todos foram excelentes. Também algumas mulheres excelentes!!!! Era um lindo país. Estava muito quente! Cronos foi queimado por uma água-viva no Rio. Nós comemos muita carne. Foi muito divertido. Não sei se o Venom voltará ao Brasil. Minha banda solo não toca muito ao vivo, nós temos outras ocupações, mas eu gostaria de visitar o Brasil.

 

E-mail enviado pelo guitarrista Jimi Clare, em Junho de 2002

Jimi - Brasil 86 has fond memories for me, as a kid I studied geography and also studied the town plan of "Brasilia", which is based on an aeroplane!. I love the Brasilian culture and music, my greatest highlight was playing "Girl from Ipanema" at a restaurant with Mike on acoustic guitars, I played lots of Bossa's and one note Sambas. I also remember getting very drunk on Bramha Chopp! Throughout the tour, Rio was brilliant and met a nice girl called Andrea, hope she is well. Remember being in awe of the Statue ( I am Roman Catholic ), and thinking "here I am playing in a satanic Rock band" ! ha.ha.....(laughs). The fans or metalerios were cool, felt a bit bad about the way the Brasilian support bands were treated , (Some of the Venom crew acting like assholes towards them). Glad that Sepultura came good, though I'm not a fan of their music. I think all in all the tour was certainly good for the band and the country, though the promoters sucked.... ran off back to England! Anyway, for the first tour it certainly stands out, it's a shame Venom could not finish the Porto Allegre show.
Take Care,
JIM CLARE

 

Tradução livre:
    Brasil' 86 traz grandes memórias para mim. Quando garoto, eu estudei geografia, e estudei o plano de Brasília, baseado em um avião! Eu amo a música e a cultura brasileiras, meu grande momento foi tocar "Garota de Ipanema" em um restaurante, com Mike na guitarra acústica, toquei muitas Bossas e Sambas. Também me lembro de ter ficado muito bêbado com Brahma Chopp! Sobre a tour, o Rio foi brilhante, e encontrei uma garota legal chamada Andrea, espero que ela esteja bem. Lembro de pessoas venerando uma estátua (eu sou Católico Romano), e pensar "aqui estou eu em uma banda de Rock satânico" (risos). Os fãs foram legais, me senti um pouco mal com o modo como as bandas brasileiras de apoio foram tratadas (alguns membros da equipe do Venom agiam como "assholes" diante delas). Fiquei satisfeito que o Sepultura tornou-se grande, embora eu não seja fã da sua música. Acho que tudo na tour foi bom para a banda e para o país, apesar dos promotores terem fugido de volta para Inglaterra! De qualquer modo, como primeira tour, certamente foi um destaque, mas foi uma vergonha que o Venom não pudesse tocar em Porto Alegre.

(Nota: o show em Porto Alegre, apesar dos 4.000 ingressos vendidos antecipadamente, foi cancelado, devido á falta de estrutura e de equipamento, "pulverizados" durante a tour)

 

E-mail enviado pelo líder do Exciter, Dan Beehler, em Novembro de 2003

Dan Beehler - Hey Leandro, Dan Beehler here. I freaked when I saw your web-site dedicated to the 1986 Venom, Exciter tour!!!! That was so cool. We had an amazing time in Brazil and we still talk about it today. I would love to bring the BEEHLER band back there and play for you guys!! That would be awesome. We do old Exciter songs live like Blackwitch, Iron Dogs, Violence and Force etc. Anyways, back to the '86 tour, I have tons of photos, tour passes, and all kinds of stuff from that tour in my scrapbook. I'm going to scan a whole bunch of it for you so you can put it on your site. I also have the original Tour Program. I will never forget that tour and Venom was Awesome!!!! We had a great time with those guys. I have a lot of respect for CRONOS and I hope he's doing well!!! Give me bit of time to get this stuff together and I will get back to you soon. Is there any way we can get english translation from the web-site? One more thing: I had my drums made by luthier from Sao Paulo and I still use those drums today. Do you know if he still exists? I would like to get some more drums made, but I cannot find him anywhere. The first time I played his drums was on that tour. The ones with the flames!!!!! I think his name was Tiberio C. Neto. Anyway, Thank you very much for dedicating a web-site to that tour, It is much appreciated. Talk to you soon.
LONG LIVE THE LOUD!

 

Tradução livre:
    Hey Leandro, Dan Beehler aqui. Eu enlouqueci quando vi seu site, dedicado à tour de 86, do Venom e do Exciter!!! Aquilo foi muito bom!!! Nós tivemos momentos fantásticos no Brasil, e falamos sobre isso até hoje. Eu adoraria trazer a banda BEEHLER até aí, e tocar novamente para vocês!! Nós tocamos ao vivo antigas músicas do Exciter, como Blackwitch, Iron Dogs, Violence and Force etc. Bem, voltando à tour de 86, eu tenho muitas fotos, Tour Pass, e todo o tipo de material sobre a tour, eu vou escanear para você colocar no site. Eu também tenho o Tour Program original. Eu nunca vou esquecer aquela tour, e o VENOM foi grandioso!!! Tivemos grandes momentos com todos os caras!!! Tenho muito respeito por CRONOS, e espero que ele esteja bem!!! Dê-me algum tempo para reunir todo o material, eu retorno em breve. Existe a possibilidade de eu conseguir a tradução de seu site? Mais uma coisa: eu tive minha bateria desenvolvida por um luthier de São Paulo, e eu ainda a uso hoje em dia. Você sabe se ele ainda existe? Gostaria de adquirir mais algumas peças, mas não o encontro!! Acho que se chama Tibério C. Neto (P.S: ex-Harppia). Muito obrigado por dedicar seu site àquela tour, falo com você em breve.
    LONG LIVE THE LOUD!